Embalagem que conversa o pão


Ao que parece é uma invenção de uma aluna portuguesa inconformada com a curta longevidade do pão, ou seja, o pão enduresse mais rapidamente que a oportunidade que a necessidade de o consumir.

Sem recurso a qualquer tipo de conservantes, a aluna da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica do Porto, criou uma embalagem cuja fórmula vai libertando uma substância que prolonga a vida do pão e impede a ocorrência de bolor durante 5 dias. Notável, não?

Fonte

Anúncios