Papa Francisco adora “pão português”…


Rosca de pão-de-ló encanta papa Francisco… Veja o vídeo: http://www.cmjornal.pt/multimedia/videos/detalhe/papa-francisco-encantado-com-rosca-de-pao-de-lo-de-famalicao
… E certamente nós também ficaríamos encantados com esta rosca 

Anúncios

Pão em casa… Já  conhecia?


De facto é um projeto bastante inovador.

Imagine acordar a um domingo de manha e já ter uma encomenda de pão e/ou pastelaria fresca agendada para entrega em sua casa?

É bem verdade que as típicas padarias de distribuição não são nenhuma novidade é que foram quem dominou o mercado de venda de pão há largos atràs.

Porém, as padarias de pão quente, com a mais valia que o próprio nome indica começaram a ganhar terreno à distribuição. Mas hoje, com uma roupagem que digamos mais moderna e adaptada aos novos tempos, atenta às tendências do mercado, hábitos e rotinas diárias, fazem revitalizar uma ideia de negócio que parecia funcionar apenas em algumas zonas mais rurais.

Já conhece o Pão em Casa?

https://paoemcasa.pt
Lisboa, Santarém, Évora, Coimbra, Viseu, Vila Real e Setúbal são algumas das cidades onde os serviços podem ser adquiridos.

Pão sem glúten proibido no Vaticano 


Carta enviada aos bispos diocesanos a pedido do Papa Francisco explicita a proibição do uso do pão sem glúten na comunhão e que nenhuma outra substância como fruta, mel ou açúcar pode ser introduzida neste momento… 

Qual a vossa opinião?

Fonte: http://visao.sapo.pt/actualidade/sociedade/2017-07-10-Vaticano-proibe-pao-sem-gluten-na-Sagrada-Comunhao

Padaria da Esquina de Vítor Sobral vem para Portugal


No Brasil, em São Paulo, a Padaria da Esquina tem ganho muitos pontos junto do consumidor brasileiro. Vários prémios, entrevistas, lojas sempre cheias, a Padaria da Esquina é sinónimo de qualidade superior.

Depois de criar e fazer crescer uma marca à volta do pão no Brasil, Vítor Sobral reúne forças para replicar o projeto em Lisboa, nomeadamente m Campo de Ourique.

 

Recentemente o chefe divulgou na sua página de Facebook a abertura da Padaria da Esquina em Portugal, podendo ler-se “Brevemente em Portugal, numa Esquina algures em Campo de Ourique”, desconhecendo-se, ainda, algumas das novidades que certamente o renomado chefe irá preparar para o público português.

Novidade bem quentinha é a parceria com o mestre do pão Mário Rolando. Aguardaremos por mais novidades fresquinhas.

 

Fonte: http://www.evasoes.pt/comer/vem-ai-a-padaria-da-esquina-com-pao-do-mario-rolando/

De onde surgiu a pizza?


pizzaA pizza, mundialmente conhecida e apreciada por muitas culturas nas suas diversas variantes, é um produto que tem tanto de simples como fantástico. Uma massa de pão coberta com ingredientes num formato pensado para a partilha.

Redonda, “cimentada” com um bom molho de tomate e coberta de queijo, acredita-se que a pizza surgiu no sul de Itália, em Nápoles por volta do século XVIII.
Porém já existia uma versão apelidada de pão de Abrahão”, consumida por hebreus e egípcios há 6000 anos atrás, uma massa muito parecida com os pães árabes atuais que recebia o nome de “píscea”. Três séculos antes de Cristo, os fenícios acrescentaram uma cobertura de carne e cebola. Ideia que foi trabalhada pelos turcos durante as cruzadas no século XI que posteriormente chegou ao porto de Nápoles.

Aqui, os napolitanos aperfeiçoaram a receita introduzindo novos ingredientes. Inicialmente apenas as ervas regionais e o azeite de oliva, alimentos comuns no quotidiano na região. Com o passar dos tempos utilizaram trigo de melhor qualidade e acrescentaram novas coberturas, como o queijo. No século XVI foi incorporado, o tomate, vindo da América levado à Europa pelos espanhóis.

Nesta época, a pizza ainda não tinha a sua forma redonda tal como a conhecemos hoje. Era dobrada ao meio, similar a uma sanduíche ou a um calzone.

A pizza era um alimento de pessoas humildes do sul da Itália, servida com ingredientes baratos. Normalmente, a massa de pão recebia, como sua cobertura, toucinho, peixes fritos e queijo.

A fama da pizza correu o mundo e fez surgir a primeira pizzaria de que se tem notícia, a Port’Alba.

Fontes: Wikipedia  e Mundoestranho.abril.com.br

Empregos de padaria


872089655_1_644x461_painel-de-azulejos-60-cm-x-45-cm-padaria-padeiro-forno-fabrico-po-lisboaÉ um padeiro ou pasteleiro e está à procura de emprego?
É uma empresa empregadora e està à procura de um colaborador?
Envie-nos a sua oferta que publicaremos no nosso site receitaspadaria.com
Aqui seguem os dados que deve facultar

  • Empresas:
    • nome da empresa ou do estabelecimento
    • morada completa
    • função e descrição
    • contactos
  • Colaborador
    • nome da pessoa
    • regiões ou localidades onde pode/pretende trabalhar
    • funções
    • contactos

Envie-nos para receitaspadaria@gmail.com.

Pão Alentejano no Porto


Uma prova de que o pão e a sua indústria ainda tem muito caminho por trilhar, muito por onde fermentar. Esta casa é apenas mais um exemplo de que o pão é uma excelente ferramenta gastronómica ao serviço do turismo português.

Leia o artigo completo aqui:https://nit.pt/buzzfood/restaurantes/intrigo-pao-alentejano-casa-gigante-no-porto

Festival do Pão de Albergaria 2017


Nos passados dias 9, 10 e 11 de junho de 2017 realizou-se mais uma edição do Festival do Pão em Albergaria-a-Velha, Aveiro.

Quem teve a oportunidade de visitar este Festival sabe o que verdadeiramente aqui se respirava: pão português. Do Minho ao Algarve, passando pelas Ilhas, o Festival do Pão de Albergaria-a-Velha foi uma verdadeira mostra da padaria portuguesa com cerca de 50 produtores e expositores de pão. No recinto, os visitantes puderam apreciar e escolher o pão que preferem, que mais gostam. As regueifas à moda do Porto, o pão tradicional de Gimonde, o bolo do caco da Madeira, o pão saloio da região Oeste, o pão de Ul, o pão de água transversal a todo o país, o pão alentejano e outros tantos.

Um evento que conta com várias dinâmicas durante os três dias como show cookings, padaria ao vivo em trabalho direto para o público, workshops, percursos aos moinhos… Mas que, tendo em conta o reportório de fotografias e vídeos divulgados na página de facebook https://www.facebook.com/festivalpaodeportugal/ deveria apostar em demonstrações focalizadas no pão e não na cozinha à volta do pão: demonstrar como se fabrica o pão desde a farinha na amassadeira até à saída da massa no forno, da importância do repouso das massas, como se boleia um pão redondo ou uma bica, trabalhos que parecem simples mas apenas conhecidos por quem trabalha na padaria. Este deveria ser o foco de um festival de pão.

Porém, apesar desta perspetiva, o Festival do Pão é uma iniciativa que merece ser valorizada pois eleva o alimento que nunca falta na mesa dos portugueses.

Parabéns à Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha pela iniciativa e um bem haja a todos os que estiveram presentes neste evento.

Pão branco tão saudável como pão de centeio


É bem verdade para nós. Este artigo do site zap.aeiou desmistifica a ideia de que pão branco é menos saudável que outros pães como o pão de centeio, pães escuros e com mais tempos de fermentação.

Leia o artigo completo: https://zap.aeiou.pt/afinal-pao-branco-pode-tao-saudavel-pao-integral-fermentado-162567

Livro “Great Moments” de Teresa Henriques


Teresa Henriques, um dos principais rostos do Cake Design português, reúne mestres, profissionais e amigos em torno da pastelaria criativa.”

Livro Great Moments Teresa Henriques

Ao lado do marido e da filha, já premiados com a medalha de ouro num dos mais conceituados concursos europeus de cake design, Teresa Henriques confeciona, neste livro, uma viagem à volta do mundo e do nosso imaginário, usando o açúcar como meio de transporte. Com a ajuda de outros cake designers portugueses e estrangeiros, nomeadamente o italiano Felice Siccardi e o americano Mike Elder, estrela do programa Ultimate Cake Off, a autora constrói monstros, vedetas, unicórnios, palhaços ou ovelhas, não esquecendo os inevitáveis bolos de casamento. Além de se fazerem acompanhar de dicas, todos os elementos de cada criação são explicados passo a passo e imagem a imagem. No fim, o texto bilingue (português/inglês) surpreende com três secções adicionais. Aqui encontra receitas de vários géneros de bolos, instruções para preparar diversos tipos de recheio e esclarecimentos sobre as técnicas básicas do cake design, ou seja, uma súmula da arte de modelar, esculpir e forrar bolos.

Fonte: https://www.wook.pt/livro/great-moments-cake-design-teresa-henriques/15287039