Jordi Morera em Portugal


É verdade, o famoso padeiro espanhol Jordi Morera, premiado como o melhor padeiro do mundo do ano em 2017, esteve em Portugal para realização de uma MasterClass – A Revolução do Pão.

A formação aconteceu nas instalações da Ferneto, sob a organização do Clube Richemont Portugal, uma instituição que tem trazido para Portugal grandes nomes da padaria e pastelaria, com o intuito de fazer crescer o setor nacional, através da partilha de conhecimentos.

Jordi Morera aposta o pão como um alimento e não como um produto, como referencia no seu livro “La Revolución del Pan” que encontra-se esgotado.

Bem-haja a quem tornou este evento possível e que seja um exemplo a seguir por outras instituições para a realização de mais iniciativas deste tipo em Portugal.

Informação: Página Facebook Clube Richemont Portugal

Imagem: www.ferneto.com

Não há farinha para folares


Os produtores mundiais de farinha reúnem-se, hoje, para discutir a escassez da farinha para os folares da Páscoa.

Parece que não há muitas alternativas à falta do principal ingrediente da indústria da panificação.

Enquanto não forem divulgadas mais informações, o grupo recomenda que usufruam dos folares que ainda encontrarem.

Dia 1 de abril de 2021

Reflexo da crise pandémica na padaria


Panificadora do Areeiro

A pandemia veio e trouxe com ela uma forte crise económica e social.

No setor da panificação, a crise vê-se em toda a sua plenitude: nos sacos de farinha, nas máquinas paradas, nos poucos padeiros e pasteleiros… nas montras e nos poucos clientes.

Uma boa reportagem do Diário de Notícias à Panificadora do Areeiro.

https://www.dn.pt/local/fazer-pao-em-casa-foi-sol-de-pouca-dura-13289297.html

Pastel de nata à conquista de França


O pastel de nata é mesmo uma iguaria à escala mundial.

Agora são os franceses que decidiram fazer uma reportagem a algumas casas portuguesas, que diariamente fabricam para Portugal e para o mundo. Veja a reportagem em algumas casas portuguesas

Pastéis de Belém

O Pãozinho das Marias

By Foods

Reportagem: https://www.tf1.fr/tf1/jt-20h/videos/le-grand-format-les-secrets-des-pasteis-de-nata-au-portugal-65588651.html

Adeus Padeiro dos Refugiados


Dionisis Avranitakis, padeiro da ilha de Kos, na Grécia, símbolo da solidariedade para com o povo refugiado sírio, faleceu no dia 17 de fevereiro de 2019.
Avranitakis ficou conhecido por oferecer pão e bolos a centenas de refugiados que chegavam a Kos, um dos locais mais afetados pela crise humanitária sírio de 2016.

O padeiro de Kos recebeu o Prémio Sociedade Civil 2016, do Comité Económico e Social Europeu (CESE), foi, é e será um exemplo para toda a humanidade, enaltecendo a sua profissão e o povo grego.

Leia o artigo aqui

Pastel de nata conquista David Beckam


É bem verdade, o pastel de nata está disseminado em muitas culturas e inúmeros países, identificando-se como uma das iguarias embaixadoras de Portugal, que diversas personalidades sabem reconhecer e deixam-se encantar.

Desta vez foi David Beckam, o famoso ex-futebolista inglês, que se rendeu à iguaria portuguesa, sendo um freguês assíduo da pastelaria “Café de Nata” que é propriedade de gente lusa, em Londres, Reino Unido.

Leia o artigo completo do Jornal o Público no link abaixo.

Link

Feira Intersicop é já em Fevereiro


A Intersicop é já em Fevereiro. De 23 a 26, em Madrid, realiza-se a maior feira do setor de panificação em Espanha.

A feira Intersicop, que tem sofrido algumas transformações edição após edição, assume uma posição estável no “campeonato das feiras europeias”, com uma forte preponderância para a economia espanhola, nomeadamente no setor de panificação.

A edição de 2019 será a nona edição da feira que é organizada pela IFEMA.

Ingredientes, matérias-primas, equipamentos, fornos e outras soluções para padaria, pastelaria, gelataria e café são alguns motivos para visitar a Intersicop.

Site Intersicop

A magia de fazer pão


Fazer pão é algo verdadeiramente mágico. Partilhamos convosco um vídeo disponível na página de Facebook Tasty Presents.

Uma peça muito bem desenvolvida que faz da padaria um setor incrivelmente mágico e querido por todos.

Veja com atenção todos os passos de Gus Reckel (antigo bancário), Edan Leshnick e Jeremy Jan.

“Bread takes time and patience… and things sometimes go wrong.” O pão precisa de tempo e paciência… e, por vezes, as coisas correm mal…

Massa velha, massa mãe, “masa madre”…


Muitos têm-nos questionado o que é ao certo uma massa mãe, uma massa velha ou simplesmente a “masa madre”. A resposta é muito simples e decidimos transcrevê-la de um texto do blogue Mexipan – uma feira de panificação do México.

Texto original:

“La masa madre no es ninguna novedad en el universo de la panadería, sin embargo, se ha popularizado entre muchos panaderos jóvenes que buscan volver a la preparación tradicional del pan. Ahora bien, ¿qué es? Podríamos llamarlo un elemento vivo compuesto de un cultivo mixto de levaduras y bacterias alimentadas con algún tipo de harina integral o en palabras más sencillas; una mezcla de agua y harina sin ningún tipo de levadura industrial añadida.”

Link

A massa mãe é, simplesmente, água e farinha (sem qualquer tipo de fermento adicionado) que é deixada a repousar durante muitas horas, para que, posteriormente, seja adicionada a outras massas tornando-a mais rica, tradicional e única.