Bolos para divórcios


Em 2006, Shanna Moakler,  ao separar-se do baterista Travis Barker dos Blink 182, comprou uma versão adaptada de um bolo de casamento com a noiva no topo e o noivo caído na base sobre uma poça de sangue e lançou uma moda que cresce cada vez mais nos dias de hoje.

A moda dos bolos de divórcio teve origem nos Estados-Unidos, onde vários divórcios foram celebrados com festas e bolos que massacravam os companheiros em forma de bonecos e tem vindo a desenvolver-se, com sucesso, para outros países.

Mais recentemente, uma britânica, depois de 7 anos de casamento, resolveu comemorar o divórcio com um bolo que representava um cemitério com uma campa especial para colocar as alianças, dando uma representação mais literal à expressão “Até que  a morte nos separe”.

Existem bolos para todos os gostos, com frases que remetem a um divórcio feliz, noivos enterrados e sem cabeça, como podem ver nas imagens seguintes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte das imagens

Anúncios

Confeitaria Nacional destacada pela CNN


Fundada em 1829 por  Baltazar Róis Castanheiro, a Confeitaria Nacional é, nos dias de hoje, reconhecida como uma das mais conceituadas casas de Lisboa. Ao longo de mais de 150 anos e 5 gerações diferentes, continuam a ser os herdeiros do fundador os responsáveis por uma casa que já recebeu inúmeros prémios nacionais e internacionais pela excelência da sua doçaria e bolos.

A CNN, conceituado canal de notícias Americano, elaborou uma lista com oito pastelarias europeias e uma americana (mas que segue o estilo europeu), que se destacam pelas suas criações e pelo seu  ambiente monumental.

confeitaria-nacional4

“Quase com dois séculos, a pastelaria lisboeta foi escolhida para uma selecção das melhores e mais antigas casas de doces da Europa.

Na sua secção de viagens, a CNN deu a conhecer oito pastelarias europeias (a que junta uma de espírito europeu na Argentina) que, ao longo dos tempos, acolheram visitantes que provaram (e aprovaram) as suas doces obras em ambientes monumentais. Lisboa consta na lista com a unicidade (e antiguidade) da Confeitaria Nacional.

A pastelaria lisboeta, situada na Baixa, à Praça da Figueira, abriu as suas portas em 1829. No artigo da CNN sublinha-se o charme da sua arquitectura singular: torna-se discutível saber “o que é mais ornamentado, se o exterior da loja ou a pastelaria no seu interior”, refere a autora, Danielle Beurteaux,

Quanto aos doces, foi no final do século XVIII que Baltazar Rodrigues Castanheiro Filho trouxe do sul de França para a Confeitaria Nacional aquele que viria a ser o bolo de Natal tipicamente português: o bolo-rei, onde não faltam as passas, as frutas cristalizadas e as nozes.

Para além da direcção da Confeitaria se manter na descendência da família fundadora, o seu bolo-rei tornou-se numa das especialidades da casa. No entanto, vale também “a pena experimentar um dos seus populares pastéis de nata”, escreve a colaboradora da CNN.

Na lista, juntam-se à confeitaria lisboeta mais oito pastelarias que se distinguem tanto pela sua arquitectura como pelos doces de fazer crescer água na boca. Entre as enunciadas estão a Hofbackerei Edegger-Tax (Graz, Aústria), La Maison Stohrer (Paris, França), Pietro Romanengo fu Stefano (Génova, Itália), Ruszwurm Cukraszda (Budapeste, Hungria), Antigua Pasteleria del Pozo (Madrid, Espanha), Blikle (Varsóvia, Polónia) e a Maison Bertaux (Londres, Reino Unido).

A lista da norte-americana CNN também inclui uma morada mais perto de “casa”: o célebre Café Tortoni em Buenos Aires, Argentina, onde não falta o sabor e ambiente da “velha Europa”.”

Fonte

Fonte da imagem

A notícia original pode ser consultada aqui.

Cubra as suas sobremesas com diferentes coberturas


Dando seguimento ao nosso post com sugestões para rechear pães, bolos e sobremesas, colocamos umas dicas de coberturas que podem ser usadas nas vossas receitas.

 

 

creme de pasteleiro

creme

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Açúcar

açucar

 

 

 

 

 

 

 

Frutas

 

bl

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cremosas

cremoso

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Chantilly

chantilly

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Creme de leite

leite

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marshmallow   

marshmalows

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Chocolate

chocolate

 

 

 

 

 

 

 

Chantilly e chocolate

 

chant choc

 

 

 

 

 

 

 

 

Fontes das imagens

Creme pasteleiro

Açúcar

Frutas

Cremosas

Chantilly

Creme de leite

Marshmallow   

Chocolate

Chocolate e Chantilly

Recheios para receitas de pão, bolos ou outras sobremesas.


Recentemente fomos contactados por um leitor do nosso blogue Receitas Padaria que colocou uma questão relacionada com os Recheios que poderia utilizar em pães doces.

Assim, decidimos criar um post com diversas possibilidades para rechear as vossas receitas de pão, bolos ou outras sobremesas.

 

 

Creme de pasteleiro

 

 

 

 

 

 

 

 

Coco

coco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Maçã

maça

 

 

 

 

 

 

 

 

Mirtilos

mirtilos

 

 

 

 

 

 

 

 

Banana

banana

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Doce de ovos

ovos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Outras frutas (maracujá)

bomcuja

 

 

 

 

 

 

 

Leite condensado

leite cond

 

 

 

 

 

 

 

Fontes das fotos:

Creme de pasteleiro

Coco

Maçã

Mirtilos

Banana

Doce de Ovos

Outras frutas

Leite condensado